01 / 01

RESTAURANTE KITARO

ClientE : Restaurante Kitaro
SERVIÇO : PROJETO DE ILUMINAÇÃO

DESCRIÇÃO DO PROJETO

Atmosfera aconchegante que caracteriza o restaurante Kitaro, situado em um shopping de São Luís, no Maranhão, é proporcionada pela arquitetura de interiores que prioriza acabamentos de materiais neutros, como a madeira, a pedra, o aço corten e o cimento. O projeto de iluminação, feito pelas lighting designers Caroline Buhatem e Fabiana Moraes Rêgo, reforça a ideia de acolhimento ao privilegiar uma luz de tonalidade branco quente que valoriza a decoração do restaurante especializado nas culinárias japonesa e contemporânea. A integração da luz com a arquitetura de interiores é outro aspecto favorecido pela dupla, que optou por equipamentos dimerizados e controlados por automação para gerar cenas de iluminação específicas.

DESCRIÇÃO DO PROJETO

O projeto tira partido do pé-direito generoso para criar, no teto, uma escultórica luminária formada por poliedros regulares de tamanhos variáveis, alguns deles integrados com lâmpadas LED que permitem modificar a iluminação do espaço em razão da atmosfera desejada.

DESCRIÇÃO DO PROJETO

Com linhas retas e puras, luminárias pendentes interagem de forma harmônica com a luminária escultural. “Ao emitir uma luz que é ao mesmo tempo direta, indireta e difusa, o equipamento atende às eventuais mudanças na distribuição das mesas sem que a eficiência luminosa fique comprometida”, diz Caroline.

DESCRIÇÃO DO PROJETO

As duas estações para teppanyaki são diretamente iluminadas por projetores com lâmpadas PAR 16 5W 2.700K dimerizáveis.

DESCRIÇÃO DO PROJETO

A escultórica luminária que se funde ao teto preto revela a intenção do projeto de iluminação de se integrar ao de arquitetura. Os delicados detalhes luminosos integrados às colunas de aço corten, que compõem a divisória que separa o salão principal da escada que conduz ao segundo pavimento.

DESCRIÇÃO DO PROJETO

O principal desafio enfrentado pelas lighting designers foi desenvolver um projeto de iluminação contemporâneo que usasse a variação de luz para criar atmosferas que impressionam, com um custo reduzido. Outro objetivo do projeto foi a busca “sustentabilidade inteligente”, conceito ao qual Caroline se refere como o “equilíbrio perfeito entre a eficiência energética, a qualidade luminosa e a conforto”.

DESCRIÇÃO DO PROJETO

No sushibar, as fitas de LED foram utilizadas para destacar o plano frontal da bancada evidenciando as placas de cimento quadradas que revestem a parede de fundo e a frente da bancada, sobre a qual ficam pendentes de vidro fumê preto com lâmpadas de filamento de carbono com visual retrô.

DESCRIÇÃO DO PROJETO

No bar, fitas de LED foram utilizadas para destacar o plano frontal da bancada e as prateleiras com bebidas. O mesmo tipo de equipamento foi empregado no sushibar, evidenciando as placas de cimento quadradas que revestem a parede de fundo e a frente da bancada, sobre a qual ficam pendentes de vidro fumê preto com lâmpadas de filamento de carbono com visual retrô. Decorativos e funcionais, os pendentes, quando dimerizados, emitem uma luz suave e quente, com um tom alaranjado, que agrada às pessoas sentadas ao balcão. “A luz é uma linguagem que comunica e transmite emoção. Cria ambientes e sobretudo interfere no nosso estado de ânimo”, complementa Caroline.